O ex-campeão dos médios super unificados Carl Froch anunciou que estava saindo da aposentadoria para enfrentar Jake Paul. Froch acredita que “treinaria” a criança-problema e que não precisaria treinar muito para isso.

O Cobra se aposentou dos ringues em 2014 após vitórias consecutivas sobre o amargo rival George Groves. Durante seu mandato de 12 anos nas fileiras pagas, Froch venceu 33 de seus 35 concursos, incluindo grandes vitórias sobre os já mencionados Groves, Mikkel Kessler, Arthur Abraham e Jermain Taylor.

Desde então, Froch está felizmente aposentado e agora está exercendo sua profissão como especialista em boxe. No entanto, uma briga com Paul seria muito boa para o homem de 45 anos recusar.

“Jake Paul não pode lutar, ele finge, ele engana as pessoas. Ele tem seu público; Eu não o culpo – ele ganha dinheiro e faz o que faz. Mas ele não é um boxeador profissional. Ele sabe que não deve se aproximar de mim”, disse Froch a William Hill.

“Ele é mais alto que eu, tem 14 quilos, é mais novo que eu, é mais fresco, acha que pode lutar. Eu nem treinaria para esse cara; Eu treinaria um pouco. Eu poderia fazer uma pequena corrida ou duas para fazer o coração bater, mas eu levaria Jake Paul para a escola e daria uma surra nele. Ele sabe que não iria lutar comigo. Sem chance.”

Ele acrescentou: “Eu lutaria com ele e seu irmão na mesma noite. O que eles podem fazer é se revezar para que Jake possa fazer o primeiro round, Logan possa fazer o segundo round… Então eles têm um intervalo de quatro minutos entre os rounds. Nunca foi feito, é boxe de exibição. Eu levaria os dois.”

MAIS CAIXAS…

Joshua “pode ​​estar pensando em se aposentar” depois de adiar seu retorno

O parceiro de treino de Fury lista três razões pelas quais Gypsy King vence AJ e Usyk

Boxeador britânico Cam Shaw morre aos 25 anos enquanto mergulhava na Austrália

Desde que se tornou profissional em 2020, Paul fez 5-0 no esporte. Seu sexto jogo é no dia 29 de outubro na Gila River Arena em Glendale, Arizona, contra o ex-campeão dos médios do UFC Anderson Silva.

Silva – que detém o recorde do UFC de mais vitórias consecutivas de um lutador sob a bandeira promocional – tem 47 anos e já passou da data de validade. No entanto, as recentes vitórias de boxe sobre o ex-campeão dos médios do WBC Julio Cesar Chavez Jr. e a lenda do MMA Tito Ortiz abriram o caminho para uma corrida pós-UFC no círculo quadrado.

Após essa luta, espera-se que a tão esperada luta de rancor com Tommy Fury seja explorada de alguma forma.

By Ortega

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *